Empresa livre de preconceitos

01 09 2015

Feira de empregos destinada às pessoas com deficiência está marcada para o dia 26 de setembro, em Florianópolis, e é destaque no caderno SUA VIDA, do Diário Catarinense.

Na área da chamada TI existe defasagem de profissionais qualificados e para suprir a demanda, a Softplan criou o Programa de Inclusão e Capacitação de PCD. Quatro analistas de testes com deficiência visual já integram o time. Eles avaliam e reportam erros presentes em um software, reduzindo falhas e garantindo a acessibilidade dos usuários. Um privilégio pela oportunidade de fazer parte do projeto. É o que diz o animado Igor Nunes da Silveira, 24 anos:

— Nosso trabalho não é só fazer testes. A gente se coloca no lugar do usuário e evita futuros erros. Entendo isso como uma troca de sentimentos — conta.

Confira a matéria completa no Diário Catarinense.

Se você aceitar vamos utilizar cookies para melhorar sua experiência neste site. Alguns coletarão suas preferências de uso (idioma, localização, personalização), outros coletarão estatísticas. Você pode aceitar ou declinar, mas em todos os casos a Softplan encoraja você a ler o nosso Aviso de Privacidade.