Ilson Stabile é destaque na principal revista jurídica do Brasil

25 04 2016

A catarinense Softplan é destaque na revista eletrônica Consultor Jurídico, a mais conceituada da área jurídica do país.

Em uma longa entrevista, o diretor Ilson Stabile afirma que o caminho para a Justiça brasileira é abandonar o sistema único de processos. Para ele, cada tribunal, ministério público, procuradoria ou defensoria deve ter um sistema adequado à sua realidade, pensado para atender especificidades que variam de acordo com o papel assumido e as funções executadas por cada uma destas instituições.

Ilson diz que o Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI) é a saída à adoção e à consolidação da tecnologia digital. É viável e plenamente executável, especialmente, porque respeita as diferenças e especificidades de cada uma das instituições que operam no cenário da Justiça. No Brasil, existem hoje mais de o Brasil possui 40 sistemas de gestão processual divididos entre 88 tribunais — superiores, federais, estaduais, militares, eleitorais e do trabalho.

A implementação do MNI já existe e encontra-se disponível para utilização. “Certamente os passos iniciais já foram dados e começam a mostrar resultados, mas já está claro que o modelo precisa ser aprimorado e ampliado para que atenda mais especialidades e instituições”, afirma Ilson. A Softplan desenvolve o Sistema de Automação da Justiça (SAJ) em parceria com nove tribunais de justiça, 4 ministérios públicos e mais de 40 procuradorias.

Confira a entrevista na íntegra no site do ConJur.

Se você aceitar vamos utilizar cookies para melhorar sua experiência neste site. Alguns coletarão suas preferências de uso (idioma, localização, personalização), outros coletarão estatísticas. Você pode aceitar ou declinar, mas em todos os casos a Softplan encoraja você a ler o nosso Aviso de Privacidade.