O que motiva a transformação

02 09 2020

A velocidade em que as coisas ao nosso redor acontecem tem feito com que as organizações cada vez mais sintam necessidade de reinventar-se, até porque isso diz muito sobre a permanência delas em um mercado altamente competitivo.

Estudiosos dizem que as empresas têm pelo menos três motivos para se adaptarem: tirar o atraso das décadas que passaram sem realizar maiores ajustes, adequar-se às novas exigências que obrigam-nas a aprenderem a se modificar continuamente, e simplesmente corrigir o que se provou não estar certo no desenho das empresas convencionais. 

Muitos são os motivadores desta transformação: a alta concorrência, a tecnologiao nível de exigência dos consumidores em geral. Mas a pergunta que fica é quais tendências seguir diante de um mundo acelerado onde o cenário daquilo que era novidade vira passado em segundos?  

Talvez não temos uma única resposta para esta pergunta, mas sabemos que existe um tema que orbita fortemente no cenário desta transformação e que sem ele o caminho para inovar e repaginar-se é praticamente nulo. A tecnologia é peça-chave para esta mudança, é o fator preponderante para alavancar o negócio das organizações e com responsabilidade beneficiar o mundo e as pessoas que nele vivem. Estudos mostram que a tecnologia impacta consideravelmente na globalização dos mercados, das operações e da concorrência, na qualidade do produto e dserviço, na formação de alianças estratégicas, no poder de resposta aos desafios de todo tipo e na responsabilidade social e ambiental. 

Segundo a revista digital Consumidor Moderno essa é a era da informática quântica, dos motores de inteligência e de chipsets que imitam neurônios e aprendem na mesma velocidade de um humano. Os especialistas apontam que as tendências tecnológicas mais proeminentes para 2020 estão relacionadas a: 

  • Personalização; 
  • Motores de inteligência e redes neurais; 
  • Assistentes virtuais e de voz; 
  • Privacidade e individualização; 
  • A-Commerce ou Comércio Automatizado; 
  • Computação Quântica; 
  • Evolução da Inteligência Artificial 
  • Integração de Relacionamento via Internet das Coisas IOT. 

 Diante de um cenário tão amplo e com n possibilidades as empresas devem acima de tudo definir seu propósito, estabelecer e focar em suas metas e perpetuar com sustentabilidade suas operações. Sabemos que a tecnologia é uma das engrenagens principais para esta transformação e que possui um forte impacto por onde passa. E aqui vem a reflexão de que existe uma responsabilidade grande nas mãos das organizações ao fazer uso dela, afinal, do mesmo modo que ela pode beneficiar, facilitar e aproximar as pessoas, também pode causar danos irreparáveis. 

A tecnologia quando aliada a um propósito de entrega de valor aos clientes já traz na bagagem responsabilidade social, ambiental e ética e é nesta que acreditamos. Organizações capazes de perpetuar este caminho equilibrando os ganhos e o impacto positivo a ser gerado na sociedade estão no caminho do crescimento, sustentabilidade e sucesso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens relacionadas

Se você aceitar vamos utilizar cookies para melhorar sua experiência neste site. Alguns coletarão suas preferências de uso (idioma, localização, personalização), outros coletarão estatísticas. Você pode aceitar ou declinar, mas em todos os casos a Softplan encoraja você a ler o nosso Aviso de Privacidade.