Softplan contrata CEO para acelerar estratégia de crescimento e consolidar governança

21 05 2021

Eduardo Smith, investidor e executivo sênior, será o primeiro a ocupar este cargo.

Anunciamos neste 21 de maio Eduardo Smith como nosso CEO. A chegada do executivo integra nossa estratégia de crescimento e tem como objetivo consolidar a governança corporativa da companhia. Nos últimos meses, iniciamos o plano de sucessão dos nossos cofundadores: Ilson Stabile, Moacir Marafon e Carlos Augusto de Matos, que ocupavam as diretorias executivas das três unidades de negócios da empresa – Justiça, Gestão Pública e Indústria da Construção. Agora, eles passam a integrar exclusivamente o conselho de administração do negócio. 

Smith, que nos últimos quatro anos já colabora conosco na posição de conselheiro independente, foi convidado pelos fundadores para esta posição por ter ampla vivência no mercado de tecnologia e de comunicação. É investidor e membro do conselho de startups e empresas de tecnologia, como OpenCo – fusão da Geru e Rebel – e Biz Capital e tem  experiência como executivo sênior no Grupo RBS. Neste último, Smith pôde lidar com grandes desafios em uma indústria em transformação, liderou diversos negócios e participou do processo de profissionalização da gestão e amadurecimento da governança.

Nossa estratégia de crescimento acelerado é uma das ambições de Smith ao assumir a posição. Nossa ideia é dobrar de tamanho nos próximos cinco anos por meio de crescimento orgânico, dentro dos  segmentos de atuação, além de apostar em aquisições estratégicas. Desde o início do ano, já anunciamos dois investimentos: em janeiro, Checklist Fácil, desenvolvedora de software para criação e aplicação de checklists, e em maio, CV-Construtor de Vendas, principal CRM especializado no mercado imobiliário do Brasil e que irá potencializar o Sienge Plataforma, nosso principal produto para o segmento da construção.

“Temos muito potencial para crescimento nas nossas áreas de atuação organicamente. O setor de construção civil vive um ótimo momento e as soluções para Justiça e Gestão Pública apoiam o aumento de produtividade tão crítico para todas as esferas dos órgãos públicos. Além do crescimento orgânico, temos base de clientes, conhecimento setorial, competências técnicas e capacidade de investimento para crescer com aquisições”, comenta Smith. Nos próximos três anos, queremos ampliar o portfólio de negócios, com investimento de mais de R$200 milhões.

Investimento em governança e contratação de executivos

A criação da posição de CEO, inédita em 30 anos, integra o plano de investimento na camada executiva da empresa. Em abril, anunciamos a chegada da diretora de Gente e Cultura, Waleska Cunha, ex-executiva de RH da Linx. Em janeiro, criamos uma diretoria de M&A, que tem à frente Guilherme Tossulino. Antes, em 2019, já havia ingressado o CFO Adriano Passenko, ex-Bematech e Deloitte.

Nos últimos anos já vínhamos nos preparando para reforçar os mecanismos de governança corporativa, com criação de políticas, estruturação de um conselho consultivo, área de compliance e auditoria externa Big Four. Seguindo o direcionamento dos três sócios-fundadores, um dos objetivos de Smith como CEO é o de reforçar esta estrutura e estabelecer a sua rotina de funcionamento.

Saiba mais sobre a chegada e Eduardo Smith nesta matéria exclusiva veiculada no Valor Econômico.

Postagens relacionadas

Se você aceitar vamos utilizar cookies para melhorar sua experiência neste site. Alguns coletarão suas preferências de uso (idioma, localização, personalização), outros coletarão estatísticas. Você pode aceitar ou declinar, mas em todos os casos a Softplan encoraja você a ler o nosso Aviso de Privacidade.