(Português do Brasil) Softplan cria área de M&A para ampliar investimentos e anuncia aquisição de scale-up

13 01 2021

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Estratégia busca diversificar o portfólio de investimentos da companhia, que planeja investir R$ 200 milhões nos próximos três anos. Checklist Fácil é primeiro movimento após anúncio da nova área.

 

A Softplan, uma das principais desenvolvedoras de software do Brasil, começa o ano de 2021 com uma nova área de M&A para gerir fusões e aquisições da companhia. A aposta da empresa busca fortalecer as atuais unidades de negócios e ampliar o portfólio com aquisições estratégicas em  mercados complementares. Com a perspectiva de investir R$ 200 milhões em três anos, a empresa inicia a nova etapa com a aquisição da primeira scale-up: a Checklist Fácil, desenvolvedora de software para criação e aplicação de checklists, a qual é líder de mercado na América Latina. 

Com a aquisição majoritária das cotas da Checklist Fácil, a Softplan passa a ter o controle acionário da scale-up, que está avaliada em R$ 46 milhões. Novos aportes estão previstos pela companhia nos próximos anos, com a evolução do negócio, que seguirá com atuação independente nos seus segmentos e com os cofundadores como executivos e acionistas.  O investimento na scale-up irá ampliar a atuação da Softplan no mercado privado, atuando em novas verticais de negócios com uma solução transversal. Outra aposta é na sinergia com produtos atuais das verticais de negócios da Softplan, garantindo projeção de crescimento pelos próximos anos. Com esta aquisição, a Softplan ultrapassa a marca de 6.000 clientes.  “Desde a nossa fundação, sempre promovemos a transformação digital, a digitalização e a desmaterialização dos processos e fluxos de trabalho. A solução desenvolvida pela Checklist Fácil busca promover a eficiência operacional e está completamente alinhada com o propósito da Softplan”, comenta Guilherme Tossulino, executivo que passa a responder pela recém-criada diretoria de M&A da Softplan.

Para a Checklist Fácil, a sinergia da missão e dos valores com a Softplan foi o diferencial  para a negociação. “Apesar de muitos fundos de investimento atrelarem a sua tese de smart money, encontrei na Softplan uma estrutura sólida, conhecimento e experiência de mercado que vai agregar para o negócio da Checklist Fácil como um todo. Esse alinhamento focado na transformação digital real em todos os segmentos é a missão das duas empresas e vai continuar sendo o nosso norte daqui pra frente”, afirma Rafael Zambelli, CEO da Checklist Fácil. 

O software da Checklist Fácil está presente em 14 países, em 10 segmentos de mercados diferentes e já aplicou mais de 10 milhões de checklists. Entre os grandes clientes estão nomes como Toyota, Unilever, Natura, C&A, AMBEV, Cacau Show, Pizza Hut, Renault, Centauro, Posto Ipiranga  e Smart Fit. Todos os clientes da scale-up permanecerão sendo atendidos pela Checklist Fácil. Os sócios Rafael Zambelli, Diretor Executivo, Rafael Abreu, Diretor de Tecnologia e Maurício Fragoso, Diretor de Novos Negócios seguem à frente da empresa. Além disso, passa a assumir cargo estratégico na scale-up: Diego Marafon, que atuará como Diretor de Operações.

Histórico e perspectivas 

Com quase 2 mil funcionários em todo o território nacional e na Colômbia, a empresa é reconhecida como uma das 50 Campeãs de Inovação do Sul do país, elaborado pelo Grupo Amanhã e a consultoria IXL Center for Innovation, Excellence and Leadership, de Cambridge, EUA. Também é uma das “TOP 100 Open Corps” de 2020, ranking que reconhece as grandes empresas mais engajadas em inovação aberta do país, e faz parte do top 3 na categoria Corporate do Startup Awards 2020, realizado pela ABStartups. Também fechou 2020 como a 16ª melhor empresa de TI para se trabalhar no Brasil e a 7ª melhor empresa para se trabalhar em Santa Catarina, segundo o GPTW.

O investimento em novos negócios já faz parte da estratégia da Softplan. “Nos últimos anos diversificamos nossos investimentos em inovação e novos negócios. desenvolvemos novas competências e habilidades por meio de programas de intraempreendedorismo, lançamos produtos originados no venture builder, investimos em startups e agora nos preparamos para dar um passo ainda maior, por meio de fusões e aquisições”, comenta Tossulino, diretor de M&A da companhia.

Entre as empresas adquiridas e investidas pela Softplan nos últimos anos estão a Wegov,  especialista em inovação no setor público, 1Doc, que desenvolve tecnologia para integrar processos de comunicação interna, atendimento online, gestão de processos e documentos digitais e a Refera, uma joint venture com a Brognoli, que organiza a gestão de chamados de manutenção de contratos para imobiliarias.

“Entendemos que temos ativos importantes com nossos clientes, nossa capilaridade e portfólio, e que podem ser potencializados com a união de outros players do mercado. Neste momento, estamos procurando principalmente empresas em amplo crescimento, com faturamento acima de 10 milhões/ano para sustentar a nossa tese de expansão”, explica Tossulino.

 

Mais informações a respeito da criação da área de M&A e aquisição da Checklist Fácil, você pode conferir nesta matéria feita pela Exame.

Publicaciones relacionadas

Si acepta, utilizaremos cookies para mejorar su experiencia en este sitio. Algunos recopilarán sus preferencias de uso (idioma, ubicación, personalización), otros recopilarán estadísticas. Puede aceptar o rechazar, pero en todos los casos Softplan lo alienta a leer nuestro Aviso de Privacidad.